...

R$ 82,00

QUEIMADAS E INCENDIOS FLORESTAIS

Comprar

Descrição

Queimadas e incêndios florestais resultam na devastação de biomas. Pantanal, Amazônia e Cerrado têm estado sob ataque contínuo. Suas emissões atmosféricas e outros impactos ambientais são capazes de afetar o Planeta. Apenas em 2019 e 2020, cerca de 60 mil km² da vegetação do Pantanal (40% do bioma) foi afetada pelo fogo. As queimadas e incêndios florestais afetam a qualidade do ar que respiramos - diretamente prejudicada com a elevação do teor de material particulado (fuligem) e pela crescente redução dos serviços ecossistêmicos. Além disso, contribuem para o aquecimento global e as mudanças climáticas, cada dia mais conspícuas nos eventos atmosféricos exacerbados em intensidade e frequência.

Em um país de dimensões continentais, apenas o monitoramento de queimadas por satélites é capaz de mapear as queimadas e os incêndios florestais. Constituindo a ferramenta essencial, se não única, para a gestão de recursos florestais, a proteção da vida e o fornecimento de subsídios robustos para o estabelecimento de políticas públicas. Atualmente, os dados obtidos por satélites são utilizados por instituições federais e estaduais, grupos de pesquisa científica, empresas e ONGs no combate ao uso descontrolado e ilegal do fogo no País.

O livro traz uma visão geral das ferramentas e dos produtos do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e algumas de suas principais aplicações, como medidas de áreas queimadas, risco meteorológico para queima de vegetação e detecção de focos de queima com satélites geoestacionários.

Por fim, o livro traz os resultados de um projeto de geração de dados de emissões atmosféricas para avaliação de políticas ambientais e exemplos práticos da aplicação dos produtos do programa do INPE para a gestão do uso do fogo no Acre e a análise de condições climáticas futuras.

1. O PROGRAMA QUEIMADAS DO INPE – 19
1.1 Histórico – 19
1.2 Metas do programa – 20
1.3 Estrutura e disponibilidade de dados – 23
1.4 Principais usuários – 25
1.5 Satélite de referência – 27
1.6 Nova base (“Base 2”) de focos de queima na vegetação – 28
1.7 Monitoramento dos focos ativos de fogo por continente e países: aspectos gerais – 28
1.8 Monitoramento dos focos de queima por regiões: aspectos gerais – 32
1.9 Monitoramento dos focos de queimas por biomas: aspectos gerais – 33
1.10 Aviso de fumaça e boletim de risco de fogo para brigadas – 34
1.11 Monitoramento dos focos de queima em tempo quase real: situação atual – 36
1.12 Relatório diário automático – 37
1.13 Ciman – 38
1.14 Sisam – 39
1.15 Terra MA2Q – 40
1.16 Cooperação internacional – 42
1.17 Metas futuras – 43
Agradecimentos – 45
Referências bibliográficas – 45

2. SENSORIAMENTO REMOTO DE ÁREAS QUEIMADAS NO BRASIL: PROCESSOS, INCERTEZAS, DESAFIOS E PERSPECTIVAS FUTURAS – 49
2.1 Princípios fundamentais do monitoramento de áreas queimadas via satélite – 51
2.2 Estado da arte dos produtos globais de área queimada – 53
2.3 Sistemas de monitoramento e disseminação de produtos de área queimada no Brasil – 54
2.4 Processos de validação de produtos de áreas queimadas AQM1km e AQM30 – 63
2.5 Perspectivas futuras no mapeamento de áreas queimadas por satélite no Brasil – 67
2.6 Considerações finais – 70
Agradecimentos – 71
Referências bibliográficas – 71

3. O RISCO DE GOGO DO CPTEC/INPE – 77
3.1 Histórico do risco de fogo no Inpe – 77
3.2 O método do risco de fogo – 78
3.3 Produtos gerados a partir do risco de fogo – 86
3.4 Desempenho do risco de fogo – 86
3.5 Considerações finais – 89
Agradecimentos – 91
Referências bibliográficas – 92

4. DETECÇÃO DE QUEIMADAS POR SATÉLITES GEOESTACIONÁRIOS E SEU USO NO PROGRAMA QUEIMADAS DO INPE – 95
4.1 Princípios da detecção de focos de queimadas por satélites geoestacionários – 97
4.2 O algoritmo de detecção de queimadas utilizado no Inpe – 101
4.3 Comparação da detecção por satélites de órbitas geoestacionária e polar – 109
4.4 Considerações finais – 113
Agradecimentos – 113
Referências bibliográficas – 114

5. RELAÇÃO ENTRE QUEIMADAS E RELÂMPAGOS NO PARQUE NACIONAL DAS EMAS – 118
5.1 Materiais e métodos – 119
5.2 Resultados – 121
5.3 Considerações finais – 129
Agradecimentos – 130
Referências bibliográficas – 130

6. QUEIMA DE VEGETAÇÃO EM ÁREAS PROTEGIDAS NA CAATINGA (2000-2012) – 133
6.1 Dados e resultados – 137
6.2 Conclusões – 152
Agradecimentos – 153
Referências bibliográficas – 153

7. A DEGRADAÇÃO FLORESTAL CAUSADA POR QUEIMADAS: MÉTODOS E APLICAÇÕES NA AMAZÔNIA – 155
7.1 Métodos para mapeamento de queimadas e incêndios florestais utilizando sensores de média e moderada resoluções espaciais – 157
7.2 Panorama conceitual para o monitoramento operacional da degradação florestal – 161
7.3 Implicações e desafios para o mapeamento da degradação florestal causada por queimadas – 164
7.4 Mapeamento da degradação florestal por queimada: aplicações na Amazônia – 167
7.5 Considerações finais – 172
Referências bibliográficas – 172

8. PADRÕES E IMPACTOS DOS INCENDIOS FLORESTAIS NOS BIOMAS BRASILEIROS – 178
8.1 Padrões espaço-temporais dos incêndios florestais – 179
8.2 Causas dos incêndios florestais – 186
8.3 Consequências dos incêndios florestais – 194
8.4 Considerações finais – 201
Agradecimentos – 202
Referências bibliográficas – 202

9. RESPOSTAS DA VEGETAÇÃO AO FOGO: PERSPECTIVAS DOS USO DE SATÉLITES AMBIENTAIS NO BRASIL – 210
9.1 Interação fogo-vegetação nos ecossistemas brasileiros – 211
9.2 Interação fogo-clima-vegetação: a influência dos eventos de seca – 214
9.3 Regeneração da vegetação pós-fogo – 217
9.4 Considerações finais – 223
Agradecimentos – 223
Referências bibliográficas – 224

10. ESTIMATIVAS ANUAIS DE BIOMASSA CONSUMIDA E DE EMISSÕES DE CO2, CO E CH4 NO CERRADOS A PARTIR DE ÁREAS QUEIMADAS EM IMAGENS LANDSAT (2011-2015) – 232
10.1 Materiais e métodos – 234
10.2 Resultados – 241
10.3 Considerações gerais – 247
10.4 Material suplementar – 250
Agradecimentos – 258
Referências bibliográficas – 258

11. EVOLUÇÃO DO MONITORAMENTO DE INCEÊNDIOS FLORESTAIS E QUEIMADAS NO ESTADO DO ACRE – 264
11.1 Período de 2000 a 2004 – preparação para um evento extremo – 265
11.2 2005 – o ano do inferno – 265
11.3 Período após 2005 – políticas públicas instituídas – 267
11.4 Sugestões para o futuro – 274
Agradecimentos – 274
Referências bibliográficas – 274

12. PALEOFOGO E O POTENCIAL IMPACTO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA INCIDÊNCIA DE QUEIMADAS – 278
12.1 Perspectivas do risco de fogo em um futuro cenário de mudança climática – 283
12.2 Discussão e comentários finais – 286
Agradecimentos – 288
Referências bibliográficas – 288

Organizadores: Alberto W. Setzer, Nelson J. Ferreira
Ano: 2021
Número de Páginas: 296
Tamanho: 16 x 23 cm
Editora: Oficina de Textos
Acabamento: Brochura
ISBN: 9788579753183


CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone: (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados