...

R$ 60,00

ESTATÍSTICA APLICADA A EXPERIMENTOS AGRONÔMICOS E FLORESTAIS

Comprar

Descrição

Esta obra, baseada na 14ª edição do Curso de Estatística Experimental de F. Pimentel-Gomes, tem como novidade a resolução dos problemas estatísticos por meio dos aplicativos SAS, Sanest e Excel, com todos os detalhes de digitação e de interpretação dos resultados expostos pelo computador.

Muitos destes resultados têm na prática interpretação dúbia e até completamente errada, como mostram, com exemplos, os autores. Discute-se, inclusive, com detalhes, a análise de experimentos em látice e outros com parcelas perdidas, sem necessidade de cálculos manuais.

O livro busca reunir conhecimentos básicos e especializados da Estatística Experimental aplicada a ensaios com lavouras e florestas, com detalhes essenciais sobre a utilização de aplicativos usuais, e também detalhes sobre a interpretação dos resultados fornecidos pelo computador. Tomaram-se por base, além do aplicativo SAS - Statistical Analysis System (SAS Institute Inc.), de largo uso no Brasil, o Sanest - Sistema de Análise Estatística para Microcomputadores, desenvolvido por professores da Universidade Federal de Pelotas (Élio Paulo Zonta e Amauri Almeida Machado). Algumas aplicações foram feitas também com o aplicativo Microsoft Excel, da Microsoft Corporation que, embora pouco sofisticado para uso em experimentação agronômica e florestal, é bastante comum e pode resolver os casos mais simples. Além disso, o livro inclui uma coleção de tabelas úteis, embora o uso de computador, na maioria dos casos, não exija consulta a elas.

Esperamos que numerosos e dedicados colegas, da pesquisa agrícola e florestal do Brasil e da América Latina, tenham, com este livro, maior facilidade de obter bons resultados nas suas pesquisas.

PREFÁCIO – 9

1. A MÉDIA, A VARIÂNCIA E O DESVIO PADRÃO
1.1. A Média Aritmética – 11
1.2. O desvio padrão e a variância – 12
1.3. Como calcular a variância e o desvio padrão quando não se conhece a média da população – 14
1.4. O número de graus de liberdade – 16
1.5. A importância da média e do desvio padrão – 17
1.6. Um modo prático de calcular a Soma de Quadrados dos Resíduos – 19
1.7. O coeficiente e o índice de variação – 21
1.8. Intervalos de confiança para a média – 23
1.9. Bibliografia – 25

2. DELINEAMENTOS EXPERIMENTAIS SIMPLES
2.1. Unidade experimental ou parcela – 27
2.2. Análise de um experimento inteiramente casualizado – 28
2.3. Comparação de Médias pelo Teste de Tukey – 30
2.4. Análise de um experimento em blocos ao acaso – 36
2.5. Experimentos em quadrados latinos – 42
2.6. Experimentos em parcelas subdivididas – 48
2.7. Experimentos em faixas – 57
2.8. Bibliografia – 62

3. O PROBLEMA DAS PARCELAS PERDIDAS
3.1. Introdução – 63
3.2. Parcelas perdidas em ensaio inteiramente casualizado – 63
3.3. Parcelas perdidas em experimentos em blocos completos casualizados – 70
3.4. Parcelas perdidas em experimentos em quadrados latinos – 78
3.5. Subparcelas perdidas em experimentos em parcelas subdivididas – 84
3.6. Bibliografia – 87

4. OS TESTES OU PROVAS DE SIGNIFICÂNCIA
4.1. O teste ou prova de F – 89
4.2. O teste ou prova de Tukey – 90
4.3. O teste t – 93
4.4. O teste de Duncan – 102
4.5. O teste de Dunnett – 104
4.6. O teste de Scheffé – 106
4.7. O teste de Bonferroni – 110
4.8. O teste de Conagin – 112
4.9. Propriedades dos testes – 113
4.10. Erros dos tipos I e II – 114
4.11. Bibliografia – 115

5. ENSAIOS FATORIAIS
5.1. Introdução – 117
5.2. Um exemplo – 118
5.3. Conceito de Interação – 121
5.4. Um exemplo com interação significativa – 123
5.5. Confundimento – 128
5.6. Exemplo de um ensaio fatorial 3 x 3 x 3 com duas repetições – 131
5.7. Exemplo de um ensaio fatorial 3 x 3 x 3 com uma repetição – 134
5.8. Exemplo de um ensaio fatorial 6 x 3 x 3 com uma repetição – 137
5.9. Fatoriais incompletos – 140
5.10. Experimentos fatoriais com tratamentos adicionais – 145
5.11. Bibliografia – 149

6. A REGRESSÃO POLINOMIAL NA ANÁLISE DA VARIÂNCIA
6.1. Os tratamentos quantitativos – 151
6.2. Um exemplo prático – 153
6.3. A regressão polinomial aplicada a dados sem repetição – 157
6.4. Os coeficientes de correlação e de determinação – 162
6.5. Bibliografia – 167

7. ANÁLISE DE GRUPOS DE EXPERIMENTOS
7.1. Introdução – 169
7.2. Um exemplo prático – 171
7.3. Um grupo de ensaios de batatinha – 183
7.4. Outro exemplo – 187
7.5. Outro método de análise – 189
7.6. Bibliografia – 191

8. DELINEAMENTOS EXPERIMENTAIS MAIS COMPLEXOS
8.1. Blocos incompletos equilibrados (ou balanceados) – 193
8.2. Experimentos em látice – 206
8.3. A eficiência do látice – 223
8.4. Látices com uma testemunha em todos os blocos – 226
8.5. Bibliografia – 238

9. SUPERFÍCIES DE RESPOSTA
9.1. Introdução – 239
9.2. Um exemplo de fatorial 3 x 3 x 3 com duas repetições – 242
9.3. Fatorial (1/5)5³, com N, P e K – 249
9.4. Bibliografia – 252

10. ANÁLISE DA VARIÂNCIA MULTIDIMENSIONAL
10.1. Introdução – 253
10.2. Um ensaio inteiramente casualizado – 254
10.3. Ensaios em blocos casualizados – 260
10.4. Noções de álgebra de matrizes – 264
10.5. Função discriminante ou variável canônica – 271
10.6. Um exemplo de adubação com micronutrientes – 277
10.7. Bibliografia – 284

Tabelas estatísticas – 285
Glossário – 307

Autores: Frederico Pimentel-Gomes e Carlos Henrique Garcia
Ano: 2002
Número de Páginas: 309
Tamanho: 16 x 23 cm
Editora: Fealq
Acabamento: Brochura
ISBN: 85-7133-014-X


CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone: (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados