...

R$ 65,00

MANUAL PRÁTICO DE JARDINAGEM

Comprar

Descrição

A Jardinagem é uma prática antiga que torna os ambientes mais vistosos e belos. No entanto, para obter um projeto paisagístico adequado e harmonioso, é necessário conhecer espécies variadas de plantas ornamentais e saber, também, como ordená-las adequadamente em um determinado espaço - esse é o objetivo deste livro.

Manual Prático de Jardinagem, apresenta as plantas ornamentais mais utilizadas no paisagismo, discutindo o ponto de vista reprodutivo e os cuidados necessários para a implantação de jardins e sua manutenção.

O leitor encontrará informações importantes para o dia a dia do profissional em jardinagem, as técnicas de reprodução, adubação, plantio, tratos culturais e dicas específicas para cada agrupamento abordado. Aquela dúvida que você tem sobre o cultivo e exigências para o desenvolvimento de plantas ornamentais poderá ser respondida nesta obra!

Tenho a certeza de que esse manual de jardinagem será uma obra consultada por muitos e trará facilidades para aqueles que trabalham nessa área do conhecimento. É assim que afirmo a imortalidade do Hélio: vivo em sua família, e vivo no pensamento de tantos quantos utilizarem da sua obra.

INTRODUÇÃO – 15
HISTÓRICO DA JARDINAGEM – 16
RELAÇÕES COMAS OUTRAS CIÊNCIAS – 18

1 – A VEGETAÇÃO E O MEIO AMBIENTE
1.1. O PAPEL DAS PLANTAS NA QUALIDADE DE VIDA – 22
1.2. A POLUIÇÃO COMO CAUSADORA DE DANOS – 24
1.2.1. Fluoreto de hidrogênio – 25
1.2.2. Óxidos de nitrogênio – 27
1.2.3. Ácido nítrico – 27
1.2.4. Dióxido de enxofre – 27
1.2.5. Hidrocarbonetos – 28
1.2.6. Foto-oxidantes – 28
1.3. EFEITOS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA NAS PLANTAS – 29
1.4. SINTOMAS GERAIS PROVOCADOS PELA POLUIÇÃO DOAR – 30
1.5. MINIMIZAÇÃO DOS DANOS – 31

2 – FATORES QUE EXERCEM INFLUÊNCIANACOMPOSIÇÃO DE UM JARDIM
2.1. FATORES SOCIAIS – 34
2.2. FATORES NATURAIS – 35
2.2.1. Paisagem natural – 35
2.2.2. Monumentos naturais – 35
2.2.3. Clima – 36
2.2.3.1. Temperatura – 36
2.2.3.2. Luz – 37
2.2.3.3. Umidade – 38
2.2.3.4. Ventos – 39
2.2.4. Solo – 40
2.2.5. Relevo – 41
2.2.6. Água – 42

3 – ARBUSTOS
3.1. DISPOSIÇÃO DOS ARBUSTOS NO JARDIM – 48
3.2. ESCOLHADAMUDA – 50
3.3. PODAS DE ARBUSTOS – 51
3.3.1. Poda de formação – 52
3.3.2. Poda de floração – 53
3.3.3. Poda de limpeza – 54
3.3.4. Poda de correção – 55
3.3.5. Poda de rejuvenescimento – 55
3.4. PLANTIO – 55
3.4.1. Preparo e adubação das covas – 56
3.4.2. Manutenção das mudas – 57

4 – CERCAS VIVAS
4.1. TIPOS DE CERCA VIVA – 60
4.2. ESCOLHA DA ESPÉCIE – 61
4.3. PLANTIO – 63
4.4. TRATOS CULTURAIS – 64
4.5. PODAS – 65
4.5.1. Poda de formação – 65
4.5.2. Poda de manutenção – 66

5 – TREPADEIRAS
5.1. USO DAS TREPADEIRAS – 73
5.2. ORGANIZAÇÃO DAS TREPADEIRAS NO JARDIM – 74
5.2.1. Pérgulas e caramanchões – 74
5.2.2. Muros, paredes e treliças – 75
5.2.3. Troncos de árvores e estipes de palmeiras – 76
5.2.4. Gradil ou cerca de madeira – 77
5.2.5. Latadas – 78
5.3. PLANTIO – 78
5.4. TRATOS CULTURAIS – 79

6 – HERBÁCEAS
6.1. MULTIPLICAÇÃO – 85
6.2. PLANTIO EM COVAS – 85
6.3. PLANTIO EM CANTEIROS – 86

7 – AQUÁTICAS
7.1. CONDIÇÕES CLIMÁTICAS – 89
7.2. CLASSIFICAÇÃO DAS PLANTAS AQUÁTICAS – 89
7.2.1. Plantas palustres – 90
7.2.2. Plantas flutuantes livres – 90
7.2.3. Plantas flutuantes fixas – 91
7.2.4. Plantas submersas – 91
7.3. CONSTRUÇÃO DE TANQUES – 92
7.3.1. Calagem e adubação do tanque – 93
7.4. PLANTIO – 96

8 – AS ARBÓREAS
8.1. ÁRVORES ORNAMENTAIS – 100
8.1.1. Modelos de copa – 101
8.1.2. Folhas – 102
8.1.3. Flores – 104
8.1.4. Frutos – 105
8.1.5. Tronco – 106
8.2. FATORES QUE INFLUENCIAM NA ESCOLHA DAS ESPÉCIES
8.2.1. Espaço aéreo disponível – 107
8.2.2. Sistema radicular – 108
8.2.3. Velocidade de crescimento – 110
8.2.4. Persistência da folhagem – 111
8.2.5. Tipos de folhas – 113
8.2.6. Copa e tronco – 114
8.2.7. Flores e frutos – 114
8.2.8. Adaptação ao clima local – 115
8.2.9. Umidade do solo – 116
8.2.10. Condições químicas e físicas do solo – 117
8.2.11. Resistência a pragas e doenças – 118
8.2.12. Princípios tóxicos – 119
8.3. ESCOLHA DA MUDA – 119
8.3.1. Mudas com raiz nua – 120
8.3.2. Mudas com torrão – 121
8.4. TRANSPORTE DE MUDAS – 122
8.5. ÉPOCA DE PLANTIO – 123
8.5.1. Espécies de folhas caducas – 123
8.5.2. Espécies de folhas persistentes – 124
8.6. ADUBAÇÃO DAS COVAS – 125
8.7. PLANTIO – 127
8.7.1. Plantio de mudas de raiz nua – 127
8.7.2. Plantio de mudas com torrão – 128
8.8. ADUBAÇÃO DE COBERTURA – 129
8.9. MANUTENÇÃO DAS MUDAS NO CAMPO – 130
8.10. TRANSPLANTE DE ÁRVORES ADULTAS – 134
8.11. PODAS DE ÁRVORES – 136
8.11.1. Podas de formação – 138
8.11.2. Podas de manutenção – 139
8.11.3. Podas de segurança – 141

9 – PALMEIRAS
9.1. USO ORNAMENTALDAS PALMEIRAS – 146
9.2. CLIMA – 148
9.3. SOLOS EADUBAÇÃO DO PLANTIO – 148
9.4. PROPAGAÇÃO – 149
9.5. TRANSPLANTE – 150

10 – AS GRAMÍNEAS
10.1 – GRAMAS – 153
10.1.1 Finalidades – 153
10.1.2. Formação do Gramado – 155
10.1.2.1 Desbravamento do terreno – 155
10.1.2.2. Análise do solo – 156
10.1.2.3. Preparo do solo – 156
10.1.2.4. Plantio por placas ou rolos – 157
10.1.2.5. Plantio por mudas ou touceiras – 158
10.1.2.6. Plantio por semente – 160
10.1.3. Recomendações para um Gramado de Qualidade – 161
10.1.4. Corte da Grama – 162

11 – CAPINS ORNAMENTAIS – 165

12 – BAMBUS ORNAMENTAIS
12.1. USO NOS JARDINS – 171
12.2. CLIMA – 173
12.3. SOLO – 173
12.4. PROPAGAÇÃO – 174
12.5. PLANTIO – 175

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA – 177


Autor: Hélio Abdala Brandão
Ano: 2015
Número de Páginas: 178
Tamanho: 16 x 23 cm
Editora: Aprenda Fácil
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-8366-035-4


CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone: (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados