IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




MAMÍFEROS TERRESTRES DE MÉDIO E GRANDE PORTE DA MATA ATLÂNTICA
R$ 70,00


  LIVROS TÉCNICOS >>> Administração
 
ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS: como transformar ideias em resultados
 
ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS: como transformar ideias em resultados     
De:   
 R$ 120,00
Por: R$ 112,00 
 
Economize:   R$ 8,00

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
Projetos são sistemas de recursos e atividades coordenadas que procuram realizar objetivos dentro de prazos. Envolvem esclarecimento de necessidades de clientes, decisões de consenso, formação e coordenação de equipes, divisão de responsabilidades, apoio da alta administração e coordenação de fornecedores. Desenhar o projeto, de forma que o objetivo seja coerente com as necessidades, e realizá-lo eficazmente dentro de um contexto organizacional são os dois problemas mais importantes da administração de projetos.

Este livro, agora na 5ª edição, foi preparado para fornecer o roteiro de uma primeira visita organizada a essa disciplina e a suas ferramentas básicas. Seu objetivo é abordar os conceitos, as técnicas e o vocabulário que se aplicam àqueles problemas principais. A linguagem e a ênfase na conceituação exemplificada refletem a preocupação de orientar o texto para as aplicações práticas e para a educação básica dos estudantes de project management.

Livro-texto para as disciplinas que abordam a ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS, nos cursos de Administração, Engenharia e outros cursos técnicos de nível superior. Leitura recomendada para estudantes e profissionais interessados na administração de sistemas complexos de recursos para a realização de empreendimentos.

Apresentação – xv
Faça um programa de estudos – xix

Parte I - O projeto – 1

1. APRESENTANDO OS PROJETOS – 3
Objetivos – 4
1. Definição de projeto – 4
1.1. Atividade temporária – 5
1.2. Produto singular – 6
1.2.1. Produtos físicos – 6
1.2.2. Conceitos e informações – 6
1.2.3. Eventos e serviços – 7
1.3. Orçamento – 7
2. Explorando a definição – 8
3. Contexto e dificuldade – 9
3.1. Complexidade – 9
3.2. Incerteza – 10
3.3. Grau de familiaridade – 11
4. Usando uma abordagem de projeto – 12
4.1. Encomendas e projetos – 12
4.2. Critérios para identificar projetos – 12
4.3. O que significa abordagem de projeto? – 13
5. Programa, subprojeto e sistema – 14
5.1. Programa – 14
5.2. Subprojeto – 15
5.3. Sistema – 15
6. Ciclo de vida do projeto – 16
6.1. Inspiração e transpiração – 16
6.2. Fases do ciclo de vida – 16
6.3. Ciclo de vida ambientalmente amigável – 17
7. Organizações e projetos – 19
8. Categorização dos projetos – 20
9. Partes interessadas – 21

2. ADMINISTRAÇÃO DO PROJETO – PRÁTICA E TEORIA – 25
Objetivos – 26
1. Níveis da administração de projetos – 26
1.1. Nível estratégico da administração de projetos – 27
1.2. Nível organizacional da administração de projetos – 28
1.3. Nível operacional da administração de projetos – 28
2. Praticantes da administração de projetos – 28
3. Brevíssima história da administração de projetos – 29
4. Consolidação da disciplina – 30
4.1. Guia do PMBOK – 31
4.1.1. Processos gerenciais segundo o PMBOK – 31
4.1.2. Áreas do conhecimento segundo o PMBOK – 32
4.2. Guia de competências da IPMA – 34
5. Como selecionar projetos – 34
5.1. Critérios de seleção – 35
5.1.1. Critérios comerciais – 35
5.1.2. Critérios técnicos – 36
5.2. Aplicação dos critérios – 37
6. Roteiro prático para a administração do projeto – 38
6.1. Planejar o projeto – 39
6.2. Executar o projeto – 40
6.3. Encerrar o projeto – 41
7. Sobreposição de planejamento e execução – 41

3. ADMINISTRAÇÃO DO ESCOPO – 43
Objetivos – 44
1. Escopo do projeto – 44
2. Necessidade, produto e objetivo – 46
2.1. Necessidade – 46
2.2. Objetivos – 47
2.3. Como apresentar os objetivos do projeto – 48
3. Planejamento do escopo – 49
3.1. Declaração do escopo do projeto – 50
3.2. Detalhamento do escopo do projeto – 51
3.3. Desenhando uma EAP – 53
3.4. Critérios para montar a estrutura analítica – 54
3.4.1. Estrutura analítica por produtos – 54
3.4.2. Estrutura analítica por fase do projeto – 56
4. Consultando os stakeholders – 59
4.1. Clientes – 59
4.2. Outras partes interessadas – 60
4.3. Faça perguntas – 60
5. Controle do escopo – 61
6. Checklist do plano do escopo – 62

4. ADMINISTRAÇÃO DA QUALIDADE – 65
Objetivos – 66
1. Qualidade e administração da qualidade – 66
1.1. Administração da qualidade do produto – 67
1.2. Administração da qualidade do projeto – 68
2. Processos da administração da qualidade do produto – 68
2.1. Planejamento da qualidade do produto – 69
2.1.1. Especificações funcionais – 69
2.1.2. Especificações técnicas – 70
2.1.3. Níveis de qualidade – 71
2.2. Garantia da qualidade – 71
2.3. Controle da qualidade – 73
3. Casa da qualidade – 73
4. Projeto defensivo – 78
4.1. FMECA – 78
4.2. Processo para uso da FMECA – 80
5. Plano de administração da qualidade do projeto – 81

5. TEMPO E DINHEIRO - 85
Objetivos - 86
1. Prazos e custos - 86
2. Identificação de atividades - 87
2.1. Estrutura analítica - 88
2.2. Ciclo de vida do projeto - 88
2.3. Relatórios de projetos - 89
2.4. Revisão das áreas do conhecimento - 89
3. Sequenciamento das atividades - 89
3.1. Lógica - 90
3.2. Decisão - 90
3.3. Condicionantes externos - 90
4. Diagrama de precedências - 91
5. Desenho do cronograma - 94
5.1. Atrasos e avanços na duração das atividades - 95
5.2. Diagramas de redes - 96
5.3 Variações do gráfico de Gantt - 101
5.4. Crie seu próprio modelo de cronograma - 102
6. Planejamento dos custos - 104
6.1. Planejamento de recursos - 105
6.2. Estimativa de custos - 107
6.3. Orçamento e linha de custos do projeto - 108
6.4. Orçamento e outros demonstrativos - 112
7. Custo e preço - 112
7.1. Preço do projeto - 112
7.2. Custos estimados do produto final - 112
8. Planejamento de uma fase para outra – 113

6. SE ALGO DE ERRADO TIVER DE ACONTECER... – 115
Objetivos – 116
1. Lei de Murphy – 116
2. Leis de Murphy para a administração de projetos – 117
3. Problemas mais comuns – 119
3.1. Necessidades e objetivos mal definidos – 119
3.2. Planejamento de má qualidade – 120
3.3. Proposta malfeita – 121
3.4. Falhas na execução – 121
3.5. Organização executora sem qualificações – 122
3.6. Dificuldades do gerente – 122
4. Administração dos riscos do projeto – 123
4.1. Identificação dos riscos – 123
4.2. Análise dos riscos – 126
4.3. Planejamento das respostas – 127
4.4. Tenha sempre um Plano B, C... – 128
4.5. Impactos sobre prazo e custo – 129

7. ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO DE PLANOS DE PROJETOS – 131
Objetivos – 132
1. Plano e proposta de projeto – 132
2. Estágios na preparação de um plano – 133
2.1. Primeiro plano do projeto – 134
2.1.1. Conteúdo da ideia de projeto – 136
2.1.2. Avaliação da ideia de projeto – 137
2.2. Estágios seguintes do plano do projeto – 137
2.2.1. Caminho do caderno de conceitos – 138
2.2.2. Caminho dos estudos de impacto e viabilidade – 139
2.2.3. Plano detalhado de projeto – 140
3. Roteiro para escrever um plano de projeto – 140
4. Avaliação da proposta – 146

8. MÃOS À OBRA – 149
Objetivos – 150
1. Execução do projeto – 150
2. Processo de execução – 151
3. Processo de controle – 152
4. Earned Value Analysis – 153
4.1. Indicadores da EVA – 153
4.2. Previsão com base na EVA – 156
4.2.1. ETC com Índice de desempenho constante – 157
4.2.2. ETC com Índice de desempenho de custos – 158
4.2.3. ETC com Índice de desempenho de prazo – 158
4.2.4. ETC com Índice composto de prazo e custos – 159
4.2.5. Avaliação na conclusão do projeto – 160
5. Outras ferramentas de controle – 161
5.1. Atualização de cronogramas – 161
5.2. Verificação de entregas – 162
5.3. Visitas a instalações – 162
5.4. Medições – 162
5.5. Preparação e análise de documentação – 162
5.6. Análise do objetivo ou necessidade – 163
5.7. Protocolos ou atas de reuniões de coordenação – 163
6. Reuniões de coordenação – 163
7. Mudança no percurso – 164
8. Encerramento do projeto – 164
8.1. Ampliação ou diminuição do escopo do projeto – 165
8.2. Mudanças no papel do gerente e da equipe – 166
9. Administração do encerramento – 166
10. Avaliação de resultados – 166
11. Sucesso e insucesso – 167
11.1. Inovação tecnológica – 168
11.2. Qualidade técnica – 168
11.3. Custos e prazos – 168
11.4. Capacitação técnica – 168
11.5. Avanço do conhecimento – 168
11.6. Reconhecimento externo – 168
12. Início e planejamento de novo ciclo de vida – 169

Parte II - A empresa, o gerente e a equipe – 171

9. EQUIPE DO PROJETO – 173
Objetivos – 174
1. Projetos e equipes – 174
2. Estágios no desenvolvimento de um grupo – 175
2.1. Formação – 176
2.2. Tempestade – 176
2.3. Normatização – 176
2.4. Desempenho – 177
2.5. Encerramento – 177
3. Fatores críticos de desempenho – 177
3.1. Coesão – 178
3.2. Organização – 179
3.3. Motivação – 180
3.4. Comunicação – 181
4. Estruturação e gestão da equipe – 183
4.1. Identificação e busca das pessoas – 183
4.2. Desenvolvimento da equipe – 184
4.2.1. Escolha dos integrantes – 184
4.2.2. Criação de identidade para o grupo – 185
4.2.3. Clima de abertura intelectual – 185
4.2.4. Comunicação com o mundo externo – 185
4.2.5. Treinamento – 186
4.3. Gestão do desempenho – 186
5. Principais desafios do trabalho de equipe – 186
5.1. Coesão excessiva – 187
5.2. Conformidade social – 187
5.3. Pensamento grupal – 188
5.4. Paradoxo de Abilene – 189

10. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL – 191
Objetivos – 192
1. Processo de organização – 192
2. Organização funcional e organização do projeto – 193
3. Organização interna da equipe do projeto – 194
3.1. WBS – 194
3.2. Fases do projeto – 195
3.3. Organização funcional do projeto – 196
3.4. Partes do produto – 196
4. Inserção na estrutura funcional – 197
4.1. Organização autônoma do projeto – 198
4.2. Projetos funcionais – 199
4.3. Projetos matriciais – 201
4.3.1. Estruturas matriciais funcionais – 203
4.3.2. Estruturas matriciais projetizadas – 203
5. Project management office – 203
5.1. Nível 1 - Escritório de controle de projetos – 204
5.2. Nível 2 - Escritório de apoio aos projetos – 205
5.3. Nível 3 - Escritório estratégico de projetos – 205
6. Divisão de autoridade e responsabilidades – 206
7. Descrições de cargos – 208
7.1. Responsabilidades e autoridade do Presidente – 208
7.2. Responsabilidades e autoridade do Gerente Funcional – 209
7.3. Responsabilidades e autoridade do Gerente de Projeto – 209
7.4. Responsabilidades e autoridade do Coordenador de Projetos (Escritório de Projetos) – 210

11. PESSOAS – 211
Objetivos – 212
1. Entendendo as diferenças individuais – 212
2. Percepção – 212
2.1. Fenômenos básicos da percepção – 213
2.1.1. Percepção seletiva – 213
2.1.2. Adaptação sensitiva – 214
2.2. Papel do observador – 214
2.3. Percepção de pessoas – 215
3. Atitudes – 215
3.1. Atitudes, opiniões e valores – 216
3.2. Papel das atitudes – 216
4. Aptidões – 217
4.1. Distribuição normal – 217
4.2. Tipos de aptidões – 218
5. Inteligência – 218
5.1. Teoria do fator geral – 218
5.2. Teoria das inteligências múltiplas – 219
5.3. Inteligência emocional – 221
6. Personalidade – 222
6.1. Jung – 223
6.1.1. A dimensão extroversão-introversão – 224
6.1.2. A dimensão sensação-intuição – 224
6.1.3. A dimensão pensamento-sentimento – 224
6.1.4. A dimensão julgamento-percepção – 225
6.2. Simon – 225
6.2.1. Racionalidade – 225
6.2.2. Intuição – 226
6.3. Dimensões combinadas – 226
6.3.1. Estilo conceitual – 227
6.3.2. Estilo pragmático – 228
6.3.3. Estilo analítico – 229
6.3.4. Estilo interpessoal – 230
6.4. Ação e interação dos comportamentos – 231
6.5. Sinergia dos comportamentos – 232
7. Gestão por competências – 232
7.1. Como identificar competências – 233
7.2. Como especificar as competências – 233

12. O GERENTE DO PROJETO – 235
Objetivos – 236
1. Níveis de gerenciamento de projetos – 236
2. Ocupantes do cargo – 238
2.1. Executivos como gerentes de projetos – 238
2.2. Não gerentes como gerentes de projetos – 239
3. O cargo na estrutura – 239
3.1. Gerente de projeto funcional monodisciplinar – 240
3.2. Gerente de projeto funcional multidisciplinar – 241
3.3. Gerente de projeto autônomo – 241
3.4. Gerente de projeto matricial peso-pesado – 242
3.5. Gerente de projeto matricial peso-leve – 243
4. Definindo as responsabilidades do gerente – 243
5. Juntando as peças para construir papéis – 245
5.1. Planejador – 245
5.2. Organizador – 246
5.3. Administrador de pessoas – 247
5.4. Administrador de interfaces – 247
5.5. Administrador de tecnologia – 248
5.6. Implementador – 249
5.7. Formulador de métodos – 249

13. AUTORIDADE E COMPETÊNCIA – 251
Objetivos – 252
1. Autoridade – 252
2. Tipos de autoridade na administração de projetos – 253
2.1. Autoridade formal – 253
2.2. Autoridade técnica – 253
2.3. Autoridade da posse de recursos – 254
3. Autoridade formal na administração de projetos – 254
3.1. Descompasso entre responsabilidades e autoridade – 254
3.2. Duplicação das linhas de autoridade – 255
4. Competências gerenciais – 255
4.1. Competência técnica – 256
4.2. Conceitos e ferramentas da administração de projetos – 257
4.3. Contexto do projeto – 258
4.3.1. Ambiente organizacional – 258
4.3.2. Ambiente social e cultural – 259
4.3.3. Ambiente físico – 260
4.4. Competências interpessoais – 261
4.5. Competências intrapessoais – 261
5. As dificuldades da transição para o papel de gerente – 262
5.1. Falta de domínio de ferramentas gerenciais – 262
5.2. Medo de perda da identidade técnica – 262
5.3. Falta de motivação – 263
5.4. Tendência ao comportamento metódico, analítico e racional – 263
5.5 Introspecção – 263

14. LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO – 265
Objetivos – 266
1. Liderança e motivação – 266
2. Contexto da liderança – 267
2.1. Motivações da equipe – 268
2.2. Missão do projeto – 268
2.3. Competências do líder – 269
2.4. Conjuntura – 270
3. Estilos de liderança – 271
3.1. Estilos básicos – 271
3.2. Liderança situacional – 271
3.2.1. A equipe – 272
3.2.2. Ciclo de vida do projeto – 274
4. Liderança carismática e liderança transacional – 275
4.1. O líder carismático e as recompensas morais – 275
4.2. O líder transacional e as recompensas materiais – 277
5. Qual recompensa é mais eficaz? – 277
5.1. Teoria da expectativa – 278
5.2. Teoria dos dois fatores – 279
6. Substituição da liderança – 281

15. TRABALHANDO PARA ACERTAR – 283
Objetivos – 284
Introdução – 284
1. Defina claramente o escopo – 284
2. Envolva a equipe – 285
3. Prepare planos simples, mas abrangentes – 285
4. Esclareça seu papel no projeto – 286
5. Trabalhe eficazmente com as áreas funcionais – 286
6. Coordene reuniões sem sofrer de reunite – 287
7. Pratique a alta alavancagem – 288

CADERNO DE EXERCÍCIOS – 291
1. Teste seus conhecimentos – 297
2. Avalie como sua organização lida com projetos – 299
3. Determinantes do sucesso de projetos – 302
4. O maior projeto de todos os tempos – 304
5. Reconstrução do Haiti – 306
6. Critérios de avaliação – 308
7. Parceria na agricultura – 310
8. Rodovia solar – 313
9. Análise de um projeto – 315
10. Projeto altitude – 317
11. Pintura não poluente de navios – 321
12. Jantar Italiano – 323
13. Site de comércio eletrônico – 324
14. Troca de roupa de cama no Marriott – 326
15. Furio - Casa de qualidade – 327
16. Identificação de atividades – 328
17. Diagrama de precedências – 330
18. Desenhando um cronograma – 331
19. Prazos do projeto global – 333
20. Mudança da família Carvalho – 335
21. Determinantes do sucesso de projetos – 338
22. Konga Pencil – 340
23. Novo produto para a Brinquedos GIFTED – 342
24. Projeto Caleidoscópio – 344
25. EVA – 346
26. Custos do projeto global – 347
27. Desenhe as curvas – 349
28. Lançamento do Mini-Cooper – 350
29. Caçadores da lula gigante – 353
30. Ventilux S.A. – 355
31. Sistema de informações de um projeto – 357
32. Planejamento das comunicações – 359
33. Opções de organização para projetos – 360
34. Avaliação de propostas – 361
35. PMO e gerência do portfólio – 363
36. Seu estilo de trabalhar em grupo – 365
37. Comentando os comentários de Thomas – 374
38. Dando respostas a Maria – 376
39. A pessoa ideal para fazer parte da equipe – 377
40. Avalie um gerente de projeto – 379
41. Procura-se gerente de projeto – 380
42. Centralização dos escritórios – 381

Referências – 383
Glossário – 387

Autor: Antonio Cesar Amaru Maximiano
Ano: 2014
Número de Páginas: 424
Tamanho: 17 x 24 cm
Editora: Atlas
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-224-8759-2
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

FUNDAMENTOS DE GENÉTICA
R$ 353,40
COMPOSTAGEM: fertilização do solo e substratos
R$ 109,20
GEOSSISTEMAS: uma introdução à geografia física
R$ 285,60
BIOLOGIA MOLECULAR DA CÉLULA
R$ 471,90

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados