IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




GESTÃO AMBIENTAL EMPRESARIAL
R$ 91,90


  LIVROS TÉCNICOS >>> Engenharia Florestal
 
ANÁLISE ECONÔMICA E SOCIAL DE PROJETOS FLORESTAIS
 
ANÁLISE ECONÔMICA E SOCIAL DE PROJETOS FLORESTAIS     
  
Por: R$ 106,00 
 
 

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
Este livro, agora em sua terceira edição, revista e ampliada, resulta do trabalho de mais de 30 anos de experiência em ensino e pesquisa em Economia e Planejamento Florestal.

A época romântica dos recursos florestais inesgotáveis é página virada da história, pois esses recursos estão cada vez mais escassos, requerendo, portanto, técnicas que norteiem constantemente os manejadores florestais e executivos da área em suas decisões.

Essas técnicas já não são mais simples profecias ou doutrinas, mas a aplicação de métodos racionais que devem embasar as ações administrativas ou de planejamento. A economia é a ciência que objetiva contribuir em situações de recursos escassos e fins alternativos. É a ciência “do que é possível fazer” e não “do que é preciso fazer”. Na área florestal, portanto, o ensino de economia não pode prescindir do domínio das técnicas de avaliação de projetos e da teoria da matemática financeira.

Esta terceira edição trata da matemática financeira, teoria dos juros, formulação, avaliação e localização de projetos florestais. Trata, ainda, da Análise de Custo-Benefício, que mostra a avaliação de projetos, do ponto de vista social; caracteriza os principais produtos não madeireiros ou não comercializáveis; descreve o papel do governo na sociedade; e aborda a natureza dos bens públicos e externalidades. A obra apresenta também diversos exemplos práticos e úteis, para não permitir lacuna entre a teoria e a prática.

O livro se destina, portanto, a docentes, estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais de ciência florestal e áreas afins, constituindo também referência para administradores e executivos dos setores agrícola e florestal que tenham conhecimentos básicos de matemática e facilidade para interpretar gráficos e tabelas.

PARTE I - Matemática Financeira

Capítulo 1 - Capitalização Periódica – 18
Juros – 18
Taxa de Juros – 19
Sistema de Capitalização – 19
Período de capitalização – 19
Diagramas de Capital no Tempo – 20
Regime de Juros Simples – 21
Montante – 22
Representação gráfica de juros simples – 23
Taxa proporcional – 24
Taxas equivalentes – 25
Períodos de tempo não inteiros – 26
Regime de Juros Compostos – 28
Montante – 28
Representação gráfica dos juros compostos – 30
Taxa de juros nominal e real – 32
Taxas equivalentes – 36
Períodos não inteiros – 38
Séries de Pagamento – 39
Modelo básico da série de pagamentos – 41
Valores atual e final de séries periódicas constantes – 41
Série temporária imediata – 42
Série perpétua imediata – 50
Valores atual e final de séries periódicas variáveis – 56
Série temporária imediata – 56
Série perpétua imediata – 63
Exercícios Propostos – 70
Referências – 84

Capítulo 2 - Capitalização Contínua – 86
Taxa de Juros – 86
Período de Capitalização – 86
Sistema de Capitalização – 86
Capitalização contínua – 87
Critério de aproximação – 89
Taxas de Juros Variáveis com o Tempo em Capitalização Contínua – 92
Taxas Equivalentes – 93
Equivalência de taxas em juros simples e capitalização contínua – 93
Equivalência de taxas em capitalização periódica e capitalização contínua – 94
Evolução do Capital de Acordo com os Regimes e Sistemas de Capitalização – 96
Parcelas em Capitalização Contínua – 99
Temporárias e perpétuas – 99
Periódicas e não periódicas – 99
Constantes e variáveis – 99
Imediatas e diferidas – 99
Parcelas temporárias constantes e imediatas – 100
Primeira parcela no final do primeiro período de tempo – 100
Primeira parcela no início do primeiro período de tempo – 107
Parcelas temporárias, constantes, diferidas – 110
Parcelas temporárias variáveis – 112
Período de ocorrência das parcelas igual ao período de referência da taxa de juros – 113
Período de ocorrência das parcelas diferente do período de referência da taxa de juros – 119
Parcelas perpétuas constantes – 126
Parcelas imediatas – 126
Parcelas diferidas – 130
Parcelas perpétuas variáveis – 131
Primeira parcela no final do primeiro período de tempo – 131
Primeira parcela no início do primeiro período de tempo – 133
Exercícios Propostos – 136
Referências – 137
Apêndice 2A – 139
Apêndice 2B – 141

PARTE II - Análise Econômica de Projetos Florestais

Capítulo 3 - Formulação de Projetos – 146
Condições Gerais ou Macrocondições – 147
Objetivos – 147
Localização do projeto – 149
Caracterização bioclimática da região – 150
Infraestrutura da região – 152
Insumos necessários – 154
Mercado de insumos – 154
Mercado do produto – 155
Cronograma de implantação – 156
Infraestrutura – 157
Condições Específicas ou Condições Micro do Projeto – 157
Localização específica do projeto – 159
Estabelecimento da infraestrutura – 159
Aspectos silviculturais – 160
Manutenções anuais – 161
Colheita florestal – 161
Estimativa de custos e receitas – 161
Avaliação econômica – 162
Conclusões – 163

Capítulo 4 - Critérios de Avaliação – 164
Relação Entre Projetos – 167
Testes de Viabilidade de Projetos de Investimento – 168
Viabilidade técnica (Engenharia) – 168
Viabilidade econômica – 168
Viabilidade financeira – 169
Viabilidade social – 169
Viabilidade política – 169
Horizonte de Planejamento – 169
Determinação do Horizonte de Planejamento – 170
Métodos de Avaliação de Projetos – 172
Métodos que não consideram o valor do capital no tempo – 172
Métodos que consideram a variação do valor do capital no tempo – 179
Problemas de Durações Diferentes na Comparação de Projetos – 209
Mínimo Múltiplo Comum (MMC) das durações dos projetos (reaplicação dos investimentos) – 211
Adoção de valor residual (VR) para o projeto de maior duração no final da vida do projeto de menor duração – 215
Benefício (custo) periódico equivalente (B(C)PE) – 217
Avaliação do curso de ação no horizonte de planejamento do projeto de duração mais longa – 218
Taxa interna de retorno (TIR) – 221
Conclusões – 222
Exercícios Propostos – 223
Referências – 227

Capítulo 5 - Localização de Projetos – 230
Introdução – 230
Teoria da Localização – 231
Tipos de Orientação Locacional de Projetos – 232
Projetos orientados para o mercado de produtos – 232
Projetos orientados para as fontes de insumos – 233
Projetos orientados para pontos intermediários entre as fontes de insumos e o mercado de produtos – 234
Projetos com orientação independente – 234
Forças Locacionais – 234
Categoria I: custos de transferência ou custos de fretes – 235
Categoria II: disponibilidade e custos relativos dos insumos – 237
Categoria III: outros fatores relacionados com a localização – 241
Aplicação Prática – 245
Referências – 268

Capítulo 6 - Considerações Sobre o Método de Faustmann ou Valor Esperado da Terra – 271
Antecedentes – 271
Pressuposições do Método de Faustmann – 275
O Método – 275
Críticas ao Método de Faustmann – 282
Diferenças entre o VET e o VPL – 286
Referências – 290

PARTE III - Análise Social de Projetos

Capítulo 7 - O Papel do Governo – 294
Evolução do Papel do Governo – 295
Pensamento clássico – 295
Pensamento neoclássico – 296
Pensamento contemporâneo – 296
Razões para a intervenção governamental – 297
Estabilização – 297
Correção dos efeitos indesejáveis de políticas gerais sobre grupos específicos – 298
Distribuição de renda – 299
Correção dos preços de mercado – 300
Referências – 301

Capítulo 8 - Análise de Custo-Benefício – 303
Introdução – 303
Análise de Custo-Benefício – 306
Origens da análise de custo-benefício – 306
Dificuldades na aplicação da ACB – 307
Quais os objetivos sociais dos investimentos e como eles são medidos? – 308
Falta de uma rígida e reconhecida categorização dos valores sociais – 310
Correções das imperfeições de mercado para atingir valores sociais – 315
Estimativa da Duração do Projeto – 320
Avaliação do Tempo – 321
Avaliação de Vidas Humanas – 321
Críticas à Avaliação Social de Projetos ou à ACB – 323
Dificuldades na Avaliação Social de Projetos Florestais (ACB) – 324
Produtos Juntos – 325
Caracterização dos Produtos não Madeireiros – 329
O Papel dos Produtos não Madeireiros na Alocação de Recursos para o Setor Florestal – 348
Referências – 354

Capítulo 9 - Bens Públicos e Externalidades – 359
Bens Públicos – 359
Externalidades Públicas – 366
Externalidades – 366
Soluções para Externalidades – 369
Solução de mercado ou acordo voluntário – 369
Reconhecimento de direito de propriedade – 371
Regulamentação legal e proibição total – 373
Taxa ou concessão de subsídios – 374
Internalização – 380
Tratamento exaustivo – 383
Desconsideração dos efeitos – 383
Referências – 384

Autores: José Luiz Pereira de Rezende e Antônio Donizette de Oliveira
Ano: 2013
Número de Páginas: 385
Tamanho: 15 x 22 cm
Editora: UFV
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-7269-467-4
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS MINERADAS
R$ 50,00
GUIA DE HERBICIDAS
R$ 90,00
GEOLOGIA ESTRUTURAL
R$ 213,50
CULTIVO DE FRUTEIRAS DE CLIMA TEMPERADO EM REGIÕES SUBTROPICAIS E TROPICAIS
R$ 178,00

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados