IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




PRINCÍPIOS INTEGRADOS DE ZOOLOGIA
R$ 524,00


  LIVROS TÉCNICOS >>> Agronomia
 
FUNDAMENTOS DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
 
FUNDAMENTOS DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO     
  
Por: R$ 80,00 
 
 

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
O papel que desempenha a matéria orgânica e as substâncias húmicas no solo, em diferentes ecossistemas, é fato bem aceito. Contudo, também é consenso a carência e a complexidade dos estudos sobre o tema, especialmente em ecossistemas tropicais e subtropicais.

Atualmente, além das suas importantes implicações agronômicas, a matéria orgânica tem sido associada às mudanças climáticas globais, vinculadas ao chamado efeito estufa, com as conseqüências ambientais correlatas. Assim, aspectos relacionados ao ciclo do carbono, e seu possível sequestro no solo, são de grande relevância.

Dessa forma, não poderia ser mais oportuna a re-edição deste livro, reunindo uma ampla gama de informações básicas e aplicadas e também de estudos relacionando efeitos de manejo do solo sobre a matéria orgânica em ecossistemas tropicais e subtropicais, disponibilizando um texto sem similar no Brasil.

Participantes – xi
Prefácio 1ª Edição – xiii
Prefácio 2ª Edição – xiv
Introdução – xv

Parte I - FUNDAMENTOS

1. Matéria orgânica e a sustentabilidade de sistemas agrícolas – 1
1.1. Referências bibliográficas – 4

2. Dinâmica e função da matéria orgânica – 7
2.1. Matéria orgânica em solos tropicais e temperados – 7
2.2. Dinâmica da matéria orgânica – 8
2.3. Efeito da matéria orgânica sobre o solo – 12
2.4. Referências bibliográficas – 16

3. Macromoléculas e substâncias húmicas – 19
3.1. Evolução da matéria orgânica – 20
3.2. Macromoléculas orgânicas do solo – 22
3.3. Substâncias húmicas – 23
3.4. Referências bibliográficas – 25

4. Propriedades coloidais da matéria orgânica – 27
4.1. Fundamentos e definições – 27
4.2. Estrutura macromolecular das substâncias húmicas – 29
4.3. Massa molar e tamanho de partículas – 34
4.4. Propriedades coloidais das substâncias húmicas – 39
4.5. Referências bibliográficas – 41

5. Reações da matéria orgânica – 45
5.1. Reações de troca iônica – 45
5.2. Reações com minerais do solo – 47
5.3. Reações com moléculas orgânicas – 52
5.4. Reações de complexação com cátions metálicos – 56
5.5. Reações de oxidação e redução – 59
5.6. Referências bibliográficas – 61

6. Matéria orgânica e pedogênese – 65
6.1. Intemperismo e matéria orgânica – 66
6.2. Pedogênese, diferenciação de horizontes e classificação de solos – 69
6.3. Classificação morfológica de material orgânico de solo – 76
6.4. Substâncias húmicas em distintas classes de solo – 79
6.5. Referências bibliográficas – 82

7. Nitrogênio orgânico do solo – 87
7.1. O ciclo do nitrogênio – 87
7.2. Formas orgânicas de nitrogênio – 89
7.3. Mineralização e imobilização – 91
7.4. Modelagem e potencial de mineralização – 93
7.5. Referências bibliográficas – 97

8. Fósforo orgânico do solo – 101
8.1. Evolução do solo e as transformações do fósforo – 101
8.2. Formas e dinâmica do fósforo – 102
8.3. Manejo do solo e as alterações nas frações de fósforo – 105
8.4. Contribuição do fósforo orgânico para a nutrição das plantas – 107
8.5. O meio antrópico e o ciclo do fósforo – 108
8.6. Referências bibliográficas – 109

9. Resíduos orgânicos no solo e os impactos no ambiente – 113
9.1. Resíduos orgânicos adicionados ao solo – 114
9.2. Potencial de utilização agrícola – 121
9.3. Descarte no solo e impactos no ambiente – 125
9.4. Recomendação de medidas mitigatórias e compensatórias – 129
9.5. Referências bibliográficas – 133

10. Formação de serapilheira e ciclagem de nutrientes – 137
10.1. Aporte e decomposição de serapilheira – 137
10.2. Serapilheira e a fauna do solo – 145
10.3. Manejo da interação serapilheira-fauna do solo – 149
10.4. Referências bibliográficas – 154

11. Biomassa microbiana e ciclagem de nutrientes – 159
11.1. Funções da biomassa microbiana – 159
11.2. Estimativa e indicadores da biomassa microbiana – 161
11.3. Biomassa e ciclagem microbiana – 164
11.4. Biomassa microbiana e atributos edáficos – 165
11.5. Estudo de casos – 167
11.6. Referências bibliográficas – 168

12. Aplicação de modelos ao estudo da matéria orgânica – 171
12.1. Conceito de modelos – 172
12.2. Definição e construção de modelos de simulação – 172
12.3. Aplicação de modelos de simulação ao estudo da matéria orgânica – 176
12.4. Referências bibliográficas – 180

Parte II - CARACTERIZAÇÃO

13. Métodos químicos e físicos – 185
13.1. Extração física – 185
13.2. Extração química e fracionamento – 188
13.3. Determinação do carbono orgânico – 194
13.4. Referências bibliográficas – 198

14. Métodos espectroscópicos – 201
14.1. Espectroscopia na região do ultravioleta-visível – 201
14.2. Espectroscopia na região do infravermelho – 204
14.3. Ressonância magnética nuclear (RMN) – 208
14.4. Ressonância paramagnética eletrônica (EPR) – 216
14.5. Referências bibliográficas – 233

15. Métodos isotópicos – 229
15.1. Enriquecimento com 14C e 13C – 230
15.2. Abundância natural do 13C – 233
15.3. Marcação com 15N e diluição isotópica de 15N – 234
15.4. Referências bibliográficas – 240

16. Fracionamento do nitrogênio, fósforo e enxofre orgânicos – 243
16.1. Nitrogênio orgânico – 243
16.2. Fósforo orgânico – 250
16.3. Enxofre orgânico – 256
16.4. Referências bibliográficas – 258

17. Carbono, nitrogênio e fósforo na biomassa microbiana do solo – 263
17.1. Dinâmica da biomassa microbiana do solo – 263
17.2. Métodos de determinação da biomassa microbiana do solo – 265
17.3. Nitrogênio e fósforo microbianos – 270
17.4. Considerações finais – 272
17.5. Referências bibliográficas – 273

18. Métodos complementares – 277
18.1. Técnicas termodegradativas – 277
18.2. Eletroforese – 284
18.3. Microscopia eletrônica de varredura (MEV) – 285
18.4. Análise da composição elementar – 287
18.5. Referências bibliográficas – 290

19. Modelagem da matéria orgânica – 293
19.1. Descrição do modelo – 293
19.2. Dimensionamento das variáveis – 302
19.3. Exemplos de simulações – 307
19.4. Referências bibliográficas – 312
19.5. Uso do programa – 314
19.6. Anexos – 317

Parte III - ECOSSISTEMAS

20. Dinâmica da matéria orgânica do solo na Amazônia – 325
20.1. Considerações iniciais – 325
20.2. Descrição do ecossistema – 326
20.3. Quantidade e qualidade da MOS afetada pela conversão de floresta em pastagem na Amazônia – 332
20.4. Considerações finais – 352
20.5. Referências bibliográficas – 353

21. Dinâmica da matéria orgânica no Cerrado – 359
21.1. Introdução – 359
21.2. Descrição do Cerrado – 360
21.3. Seqüestro de carbono, estoque e qualidade da matéria orgânica do solo – 367
21.4. Processos de formação e acúmulo da matéria orgânica do solo – 378
21.5. Dinâmica do fluxo de CO2 do solo – 386
21.6. Dinâmica da matéria orgânica do solo em sistemas de manejo – 397
21.7. Considerações finais – 404
21.8. Referências bibliográficas – 406

22. Dinâmica da matéria orgânica no bioma Caatinga – 419
22.1. Introdução – 419
22.2. Descrição do bioma Caatinga – 420
22.3. Quantidade e qualidade da MOS – 422
22.4. Formação e acúmulo da matéria orgânica do solo – 426
22.5. Dinâmica da MOS e manejo – 430
22.6. Considerações finais – 435
22.7. Referências bibliográficas – 436

23. Dinâmica da matéria orgânica nos Campos Gerais – 443
23.1. Descrição do ecossistema – 443
23.2. Quantidade e qualidade da matéria orgânica do solo – 447
23.3. Impacto do preparo do solo e do plantio direto na dinâmica da matéria orgânica do solo – 449
23.4. Balanço de carbono nos sistemas de manejo do solo – 457
23.5. Considerações finais – 459
23.6. Referências bibliográficas – 460

24. Dinâmica da matéria orgânica no complexo do Pantanal – 463
24.1. Introdução – 463
24.2. Os pantanais – 464
24.3. Dinâmica e manejo da matéria orgânica do solo – 471
24.4. Pulso de inundação – 476
24.5. Referências bibliográficas – 477

Parte IV - APLICAÇÕES

25. Matéria orgânica e a qualidade do solo – 483
25.1. Qualidade do solo – 483
25.2. Avaliação da qualidade do solo – 483
25.3. Matéria orgânica e qualidade do solo – 484
25.4. Manejo da matéria orgânica visando qualidade do solo – 489
25.5. Referências bibliográficas – 491

26. Matéria orgânica em solos de áreas degradadas – 495
26.1. O solo como componente estrutural e funcional dos ecossistemas – 495
26.2. A degradação do solo: causas e conseqüências – 497
26.3. Recuperação do solo de áreas degradadas – 502
26.4. Referências bibliográficas – 520

27. Dinâmica da matéria orgânica em ambientes alagados – 525
27.1. Introdução – 525
27.2. Ambientes anaeróbios – 526
27.3. Metabolismo microbiano aeróbio e anaeróbio – 529
27.4. Diversidade biológica em solos alagados – 533
27.5. Dinâmica do carbono em ambientes alagados – 534
27.6. Considerações finais – 541
27.7. Referências bibliográficas – 541

28. Emissões de gases do efeito estufa em agroecossistemas e potencial de mitigação – 545
28.1. Aquecimento global e os gases de efeito estufa – 545
28.2. Contribuição da agricultura na emissão de gases de efeito estufa no Brasil – 547
28.3. Fatores que afetam as emissões e potencial de mitigação – 548
28.4. Considerações finais – 555
28.5. Referências bibliográficas – 556

29. Dinâmica do carbono em solos sob pastagens – 561
29.1. Introdução – 561
29.2. Adição de resíduos ao solo – 563
29.3. Destino do C derivado dos resíduos das pastagens que chegam ao solo – 564
29.4. Considerações finais – 567
29.5. Referências bibliográficas – 568

30. Estudo da dinâmica da matéria orgânica do solo agrícola: aplicação de 13C – 571
30.1. Introdução – 571
30.2. A abundância natural do 13C – 572
30.3. Técnicas que utilizam a abundância natural de 13C para avaliar a dinâmica do C do solo – 573
30.4. Considerações finais – 579
30.5. Agradecimentos – 579
30.6. Referências bibliográficas – 580

31. Matéria orgânica do solo e disponibilidade de N para as culturas – 581
31.1. Introdução – 581
31.2. Nitrogênio disponível no solo – 582
31.3. Opções para avaliar o N disponível da matéria orgânica do solo – 582
31.4. Considerações finais – 591
31.5. Referências bibliográficas – 592

32. Uso de resíduos orgânicos na agricultura – 597
32.1. Introdução – 597
32.2. Origem dos resíduos – 599
32.3. Caracterização e composição dos resíduos – 605
32.4. Compostagem – 610
32.5. Adubos verdes – 614
32.6. Recomendação de resíduos – 616
32.7. Referências bibliográficas – 621

33. O solo agrícola e o mercado internacional de carbono – 625
33.1. Introdução – 625
33.2. O mercado de carbono – 627
33.3. Programas de mitigação de GEE – 628
33.4. Valor econômico do dreno de carbono – 631
33.5. Estudo de caso – 631
33.6. Considerações finais – 634
33.7. Referências bibliográficas – 635

Editores: Gabriel de A. Santos, Leandro S. da Silva, Luciano P. Canellas e Flávio A. O. Camargo
Ano: 2008
Número de Páginas: 654
Tamanho: 17,5 x 25 cm
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-89-85401-73-9
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

CLT SARAIVA E CONSTITUIÇÃO FEDERAL
R$ 124,50
AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS E AS PASTAGENS
R$ 50,00
MANUAL DE ECONOMIA
R$ 154,80
CONFINAMENTO DE BOVINOS: na pecuária de corte
R$ 52,00

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados