IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




FUNDAMENTOS DE BIOQUÍMICA: a vida em nível molecular
R$ 395,90


  LIVROS TÉCNICOS >>> Agronomia
 
GUIA DE HERBICIDAS e MANUAL DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS
 
GUIA DE HERBICIDAS e MANUAL DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS     
De:   
 R$ 140,00
Por: R$ 130,00 
 
Economize:   R$ 10,00

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
GUIA DE HERBICIDAS

Nesta sétima edição, são apresentadas 102 fichas técnicas de herbicidas, sendo 73 ingredientes ativos isolados e 29 misturas prontas, num total de 311 marcas comerciais. Da edição anterior, foram incluídos novos produtos e descartados outros que deixaram de ser comercializados no Brasil. Foi revista a descrição de cada um dos herbicidas, incluindo novas informações. Os herbicidas são mencionados pelo seu nome comum e apresentados por ordem alfabética, tanto em relação a ingredientes ativos isolados quanto a misturas prontas. Os nomes científicos e vulgares das plantas daninhas citadas neste livro são os mesmos citados nas bulas dos respectivos produtos.

Esta edição foi feita de acordo com as bulas fornecidas pelas empresas titulares dos registros e também de elementos retirados dos sites http://www.agrolink.com.br; http://www.anvisa.com.br e http://www.iapar.br e das seguintes literaturas: Almeida e Rodrigues (2011); Christoffoleti e Nicolai (2016); Foloni (2016); Lorenzi (2014) e Shane (2014).

Como se trata de um livro técnico onde as informações sobre cada produto podem sofrer alterações a qualquer momento, torna-se indispensável que o leitor leia sempre com atenção a bula atualizada de cada produto, antes de usar ou recomendar qualquer herbicida. Para isso, recomendamos entrar nos sites das empresas titulares dos registros, cuja lista se encontra num dos anexos situados no final deste livro. Para cada produto, observar com atenção as restrições estabelecidas por órgão competente no Estado, Distrito Federal ou Municipal.

Este trabalho é dirigido essencialmente a agrônomos, estudantes de Agronomia e agricultores em geral. Esperamos que o mesmo contribua para o uso racional de herbicidas, sem colocar em perigo o aplicador, o consumidor e o meio ambiente.

APRESENTAÇAO – IV
PREFÁCIO – V
AGRADECIMENTOS – VI
FICHAS TÉCNICAS DE HERBICIDAS
2,4-D – 1
2,4-D + AMINOPIRALIDE – 27
2,4-D + PICLORAM – 30
ACIFLUORFEMA+ BENTAZONA – 61
AMETRINA – 64
AMETRINA + CLOMAZONA – 72
AMETRINA + TRIFLOXISSULFUROM-SÓDICO – 75
AMICARBAZONA – 79
AMICARBAZONA + TEBUTIUROM – 83
AMINOPIRAUDE + FLUROXIPIR – 86
ATRAZINA – 91
ATRAZINA + SIMAZINA – 116
ATRAZINA + S-METOLACLORO – 121
BENTAZONA – 124
BENTAZONA + IMAZAMOXI – 131
BISPIRIBAQUE-SÓDICO – 136
CARFENTRAZONA-ETÍLICA – 140
CARFENTRAZONA-ETÍLICA + CLOMAZONA – 146
CIALOFOPE-BUTÍLICO – 150
CICLOSSULFAMUROM – 154
CLETODIM – 158
CLODINAFOPE-PROPARGIL – 166
CLOMAZONA – 171
CLOMAZONA + HEXAZINONA – 181
CLORANSULAM-METÍLICO – 186
CLORIMUROM-ETÍLICO – 189
DICAMBA – 200
DICLOSULAM – 205
DIQUATE – 210
DIUROM – 214
DIUROM + HEXAZINONA – 226
DIUROM + HEXAZINONA + SULFOMETUROM – 234
DIUROM + PARAQUATE - 237
DIUROM + SULFENTRAZONA – 240
DIUROM + TEBUTIUROM – 243
ETOXISSULFUROM – 245
FENOXAPROPE-P-ETÍLICO – 249
FLUAZIFOPE-P-BUTÍLICO – 256
FLUAZIFOPE-P-BUTÍLICO + FOMESAFEM – 262
FLUMETSULAM - 264
FLUMICLORAQUE-PENTÍLICO – 268
FLUMIOXAZINA - 272
FLUMIOXAZINA + IMAZETAPIR – 287
FLUROXIPIR – 290
FLUROXIPIR + PICLORAM – 295
FLUROXIPIR + TRICLOPIR – 301
FOMESAFEM – 305
GLIFOSATO – 310
GLIFOSATO + IMAZETAPIR – 343
GLIFOSATO + S-METOLACLORO - 347
GLUFOSINATO-SAL DE AMÔNIO – 352
HALOXIFOPE-P-METÍLICO – 370
HEXAZINONA – 376
IMAZAMOXI – 386
IMAZAPIQUE – 392
IMAZAPIQUE + IMAZAPIR – 397
IMAZAPIQUE + IMAZETAPIR – 405
IMAZAPIR – 408
IMAZAQUIM – 416
IMAZETAPIR – 420
INDAZIFLAM – 433
INDAZIFLAM + ISOXAFLUTOLE – 438
INDAZIFLAM + METRIBUZIM – 441
IODOSULFUROM-METÍLICO – 444
IOXINILA – 448
ISOXAFLUTOLE – 452
LACTOFEM – 460
LINURON – 465
MCPA – 470
MESOTRIONA – 474
METAMITRONA - 481
METRIBUZIM – 485
METSULFUROM-METÍLICO – 493
MSMA – 505
NICOSSULFUROM – 510
OXADIAZONA – 521
OXIFLUORFEM – 526
PARAQUATE – 531
PENDIMETALINA – 553
PENOXSULAM – 558
PICLORAM – 562
PICLORAM + TRICLOPIR - 573
PIRAZOSSULFUROM-ETÍLICO – 576
PIRITIOBAQUE-SÓDICO – 580
PIROXSULAM – 584
PROFOXIDIM – 588
PROMETRINA – 592
PROPANIL – 598
PROPANIL + TRICLOPIR – 604
PROPAQUIZAFOPE – 607
QUINCLORAQUE – 612
QUIZALOFOPE-P-ETÍLICO – 616
SAFLUFENACIL – 622
SETOXIDIM – 635
S-METOLACLORO – 639
SULFENTRAZONA – 650
TEBUTIUROM – 659
TEMBOTRIONA - 664
TEPRALOXIDIM - 668
TRICLOPIR – 672
TRIFLOXISSULFUROM-SÓDICO – 680
TRIFLURALINA – 686

ANEXOS
Anexo 1 - Correspondência entre nome científico e vulgar das plantas daninhas - 693
Anexo 2 - Correspondência entre nome vulgar e científico das plantas daninhas - 699
Anexo 3 - Relação dos herbicidas por espécie de planta daninha – 707
Anexo 4 - Relação dos herbicidas por cultura / uso – 721
Anexo 5 - Relação dos herbicidas por mecanismo de ação – 730
Anexo 6 - Relação das marcas comerciais por empresa titular do registro – 731
Anexo 7 - Correspondência entre marca comercial e nome comum dos herbicidas – 734
Anexo 8 - Relação das empresas titulares dos registros – 740
Anexo 9 - Precauções gerais de uso de herbicidas – 741
Anexo 10 - Medidas de emergência no caso de envenenamento por herbicidas – 749
Anexo 11 - Misturas em tanque de agrotóxicos – 751
Anexo 12 - Glossário de termos técnicos – 754

REFERÊNCIAS - 764

Autores: Benedito Noedi Rodrigues e Fernando Sousa de Almeida (in memoriam)
Ano: 2018
Número de Páginas: 764
Tamanho: 15,5 x 22 cm
Acabamento: Brochura
ISBN: 97.885.839.611-54

_________________________________________

MANUAL DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS

Esta obra está completando, neste ano, 30 anos de vida desde a sua primeira edição. O grande sucesso de todas as edições anteriores fizeram deste livro presença indispensável na biblioteca de todos os engenheiros agrônomos, técnicos agrícolas e agricultores dedicados à produção agrícola no Brasil. Foram quase 500 mil cópias vendidas.

Esta sétima edição, na verdade, é uma nova obra, totalmente revisada e atualizada. O número de autores participantes foi aumentado em relação às edições anteriores, visando diluir ao máximo os eventuais erros decorrentes do comportamento variável dos herbicidas no controle às plantas daninhas. Os maiores especialistas no assunto, das principais regiões agrícolas do país, participaram da sua preparação, num trabalho de equipe sem precedentes. Em função disso, alguns níveis de controle de certos herbicidas para determinadas espécies daninhas foram, consequentemente, alterados em relação à edição anterior. Para cada situação, adotou-se o ponto de vista da maioria dos autores. Visando eliminar erros de compilação e editoração gráfica, pela primeira vez esta edição foi totalmente informatizada, a começar pela contribuição dos autores, evitando-se com isso digitações posteriores a efetuada originalmente pelos autores.

Objetivando atualizá-lo e mantê-lo atualizado por mais tempo, foram acrescentados todos os novos herbicidas surgidos no mercado desde sua última edição e eliminados os que já não estão mais em uso, totalizando agora 88, os quais são princípios ativos isolados ou misturas comerciais de dois princípios ativos.

O número de espécies de plantas daninhas foi mantido como na edição anterior - 157, o mesmo ocorrendo com relação a ordem de apresentação das espécies que continua sendo a alfabética de família e gênero, contudo estes foram alterados segundo o APG III que é o sistema de classificação de plantas que hoje rege as famílias botânicas no mundo. Nesse sistema, baseado em estudos filogenéticos até o nível molecular, algumas famílias botânicas desapareceram e outras foram criadas e alguns gêneros foram transferidos de uma família para outra (exemplo: as espécies de Chenopodium da família Chenopodiaceae, agora estão em Amaranthaceae porque se constatou, a nível molecular, que são semelhantes às dessa família e Chenopodiaceae, dessa forma, não existe mais). Para maiores informações sobre o APG III sugerimos uma consulta ao livro Botânica Sistemática - Guia ilustrado para identificação das famílias de Fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado em APG III - 3ª edição de V. Souza e H. Lorenzi (2012).

Foram consideradas somente espécies daninhas que ocorrem em solos cultivados e em solos sob plantio direto. Espécies de ocorrência exclusiva em pastagens, gramados, terrenos baldios, leito de linhas férreas, beira de estradas e ambientes aquáticos não foram incluídas. Alguns nomes foram corrigidos em relação às edições anteriores, seja porque mudaram em função de revisões botânicas recentes, seja porque se constatou que estavam errados. No primeiro caso, é apresentado o nome anterior sob o item “Sin.” (sinonímia científica).

Todas as fotografias apresentadas no livro foram efetuadas pelo autor coordenador Harri Lorenzi. Como na edição anterior, são apresentadas três fotos para cada espécie, contemplando um ramo florífero sobre fundo infinito, a plântula e as sementes; a primeira visa o rápido reconhecimento da planta adulta no campo, a segunda o reconhecimento da espécie na fase inicial de crescimento e a terceira visa auxiliar os técnicos que trabalham em laboratórios de análise de sementes agrícolas; para esta última foto, procurou-se mostrar as sementes e os frutos na forma em que são mais frequentemente encontradas em amostras de sementes de culturas e dispostas sobre fundo milimetrado para dar ao usuário uma ideia precisa do tamanho dessas estruturas, independente de suas ampliações fotográficas.

Após a página 358 é apresentado um índice remissivo de nomes populares ou comuns das plantas apresentadas no livro e um outro de nomes científicos, tanto dos nomes válidos (apresentados em negrito) como de sinonímias. Em seguida é apresentada uma lista dos herbicidas registrados por cultura em ordem alfabética e uma outra que contempla a correspondência em ordem alfabética entre as diferentes marcas comerciais de herbicidas e dos respectivos nomes técnicos.

PLANTAS DANINHAS – 15

ALISMATACEAE – 26
Sagittaria montevidensis Cham. & Schltdl. – 26

AMARANTHACEAE – 28
Alternanthera tenella Colla – 28
Amaranthus deflexus L. – 30
Amaranthus hybridus var. paniculatus (L.) Uline & W.L. Bray – 32
Amaranthus hybridus var. patulus Thell. – 34
Amaranthus retroflexus L. – 36
Amaranthus spinosus L. – 38
Amaranthus viridis L. – 40
Chenopodium album L. – 42
Chenopodium ambrosioides L. – 44

APIACEAE – 46
Cyclospermum leptophyllum (Pers.) Britton P. Wilson – 46

ASTERACEAE – 48
Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze – 48
Acanthospermum hispidum DC. – 50
Ageratum conyzoides L. – 52
Ambrosia artemisiifolia L. – 54
Artemisia verlotorum Lamotte – 56
Bidens pilosa L. – 58
Bidens subalternans DC. – 60
Blainvillea dichotoma (Murray) Stewart. – 62
Conyza bonariensis (L.) Cronquist – 64
Conyza canadensis (L.) Cronquist – 66
Eclipta prostrata (L.) L. – 68
Emilia fosbergii Nicolson – 70
Erechtites hieraciifolius (L.) Raf. ex DC. – 72
Galinsoga parviflora Cav. – 74
Galinsoga quadriradiata Ruiz & Pav. – 76
Gamochaeta coarctata (Willd.) Kerguélen – 78
Hypochaeris chillensis (Kunth) Britton – 80
Jaegeria hirta (Lag.) Less. – 82
Melampodium paniculatum Gardner – 84
Melampodium perfoliatum (Cav.) Kunth – 86
Parthenium hysterophorus L. – 88
Pluchea sagittalis (Lam.) Cabrera – 90
Porophyllum ruderale (Jacq.) Cass. – 92
Praxelis pauciflora (Kunth) R. M. King & H. Rob – 94
Senecio brasiliensis Less. – 96
Siegesbeckia orientalis L. – 98
Soliva sessilis Ruiz & Pav. – 100
Sonchus oleraceus L. – 102
Tagetes minuta L. – 104
Taraxacum officinale F. H. Wigg – 106
Tridax procumbens L. – 108
Xanthium strumarium L. – 110

BORAGINACEAE – 112
Echium plantagineum L. – 112
Heliotropium indicum L. – 114
Brassica rapa L. – 116

BRASSICACEAE – 116
Coronopus didymus (L.) Sm. – 118
Lepidium virginicum L. – 120
Raphanus raphanistrum L. – 122
Raphanus sativus L. – 124
Sinapis arvensis L. – 126

CARYOPHYLLACEAE – 128
Silene gallica L. – 128
Spergula arvensis L. – 130
Stellaria media (L.) Vill. – 132

CLEOMACEAE – 134
Hemiscola aculeata (L.) Raf. – 134

COMMELINACEAE – 136
Commelina benghalensis L. – 136
Murdania nudiflora (L.) Brenan – 138

CONVOLVULACEAE – 140
Ipomoea hederifolia L. – 140
Ipomoea nil (L.) Roth – 142
Ipomoea purpurea (L.) Roth. – 144
Ipomoea quamoclit L. – 146
Ipomoea triloba L. – 148
Merremia cissoides (Lam.) Hallier f. – 150

CUCURBITACEAE – 152
Momordica charantia L. – 152

CYPERACEAE – 154
Cyperus difformis L. – 154
Cyperus esculentus L. – 156
Cyperus iria L. – 158
Cyperus odoratus L. – 160
Cyperus rotundus L. – 162
Fimbristylis miliacea (L.) Vahl – 164

EUPHORBIACEAE – 166
Astraea lobata (L.) Klotzsch – 166
Chamaesyce hirta (L.) Millsp. – 168
Chamaesyce hyssopifolia (L.) Small – 170
Croton glandulosus L. – 172
Euphorbia heterophylla L. – 174
Ricinus communis L. – 176

FABACEAE-CAESALPINIOIDEAE – 178
Senna obtusifolia (L.) H. S. Irwin & Barneby – 178
Senna occidentalis (L.) Link – 180

FABACEAE-FABOIDEAE – 182
Aeschynomene denticulata Rudd – 182
Aeschynomene rudis Benth – 184
Crotalaria incana L. – 186
Desmodium tortuosum (Sw.) DC. – 188
Indigofera hirsuta L. – 190
Vigna ungiculata (L.) Walp – 192

LAMIACEAE – 194
Cantinoa americana (Aublet.) Harley & J. F. B. Pastore – 194
Leonotis nepetifolia (L.) R. Br – 196
Leonurus sibiricus L. – 198
Marsypianthes chamaedrys (Vahl) Kuntze – 200
Mesosphaerum suaveolens (L.) Kuntze – 202
Stachys arvensis L. – 204

MALVACEAE – 206
Anoda cristata (L.) Schltdl – 206
Malvastrum coromandelianum (L.) Garcke – 208
Sida cordifolia L. – 210
Sida glaziovii K. Schum. – 212
Sida rhombifolia L. – 214
Sida santaremnensis H. Monteiro – 216
Sida spinosa L. – 218
Sida urens L. – 220
Sidastrum micranthum (A. St.-Hil.) Fryxell – 222
Triumfetta rhomboidea Jacq. – 224
Waltheria americana L. – 226
Wissadula hernandioides (L. Hér.) Garcke – 228
Mollugo verticillata L. – 230

ONAGRACEAE – 232
Ludwigia leptocarpa (Nutt.) H. Hara – 232
Ludwigia octovalvis (Jacq.) P. H. Raven – 234

OXALIDACEAE – 236
Oxalis corniculata L. – 236
Oxalis latifolia Kunth – 238

PAPAVERACEAE – 240
Argemone mexicana L. – 240

PHYLLANTACEAE – 242
Phyllanthus tenellus Roxb. – 242

PLANTAGINACEAE – 244
Plantago tomentosa Lam. – 244

POACEAE – 246
Cenchrus echinatus L. – 246
Cynodon dactylon (L.) Pers – 248
Dactyloctenium aegyptium (L.) Willd. – 250
Digitaria horizontalis Willd – 252
Digitaria insularis (L.) Fedde – 254
Digitaria sanguinalis (L.) Scop. – 256
Echinochloa colona (L.) Link – 258
Echinochloa crus-galli (L.) P. Beauv. – 260
Echinochloa crus-pavonis (Kunth) Schult – 262
Eleusine indica (L.) Gaertn – 264
Eragrostis pilosa (L.) P. Beauv – 266
Eragrostis plana Nees – 268
Ischaemum rugosum Salisb – 270
Leersia hexandra Sw. – 272
Leptochloa panicea (Retz.) Ohwi – 274
Lolium multiflorum Lam. – 276
Luziola peruviana Juss. ex J. F. Gmel – 278
Oryza sativa var. nigrispina Portères – 280
Oryza sativa L. – 282
Panicum maximum Jacq – 284
Paspalum maritimum Trin. – 286
Pennisetum clandestinum Hochst. ex Chiov. – 288
Pennisetum setosum (Sw.) Rich. – 290
Rhynchelytrum repens (Willd.) C. E. Hubb. – 292
Rottboellia cochinchinensis (Lour.) Clayton – 294
Setaria parviflora (Poir.) Kerguélen – 296
Sorghum arundinaceum (Desv.) Stapf – 298
Sorghum halepense (L.) Pers. – 300
Urochloa decumbens (Stapf) R. D. Webster – 302
Urochloa mutica (Forssk.) T. Q. Nguyen – 304
Urochloa plantaginea (Link) R. D. Webster – 306

POLYGONOCEAE – 308
Polygonum convolvus L. – 308
Polygonum persicaria L. – 310
Rumex acetosella L. – 312
Rumex obtusifolius L. – 314

PONTEDERIACEAE – 316
Heterandera limosa (Sw.) Willd – 316
Heterandera reniformis Ruiz & Pav. – 318

PORTULACACEAE – 320
Portulaca oleraceae L. – 320

RUBIACEAE – 322
Diodella teres (Walter) Small – 322
Richardia brasiliensis Gomes – 324
Spermacoce latifolia Aubl – 326

SAPINDACEAE – 328
Cardiospermum halicacabum L. – 328

SOLANACEAE – 330
Datura stramonium L. – 330
Nicandra physalodes (L.) Pers – 332
Physalis angulata L. – 334
Solanum americanum Mill. – 336
Solanum sisymbrifolium Lam. – 338

GLOSSÁRIO DE HERBICIDAS – 341
ÍNDICE DE NOMES POPULARES – 367
ÍNDICE DE NOMES CIENTÍFICOS – 371
HERBICIDAS REGISTRADOS POR CULTURA – 375
MARCA COMERCIAL E O NOME TÉCNICO DO HERBICIDA – 379

Coordenador: Harri Lorenzi
Ano: 2014
Número de Páginas: 384
Tamanho: 10,5 x 22,5 cm
Editora: Plantarum
Acabamento: Capa dura
ISBN: 978-85-86714-45-0
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

GUIA DE HERBICIDAS
R$ 90,00
GEOLOGIA ESTRUTURAL
R$ 213,50
UVA: do plantio à colheita
R$ 94,00
ARBORIZAÇÃO URBANA: guia para identificação, manejo e avaliação do risco de queda
R$ 40,00

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados