IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




ECOLOGIA: de indivíduos a ecossistemas
R$297,00


  LIVROS TÉCNICOS >>> Geoprocessamento
 
O ESTADO-DA-ARTE DA AGRICULTURA DE PRECISÃO NO BRASIL
 
O ESTADO-DA-ARTE DA AGRICULTURA DE PRECISÃO NO BRASIL     
  
Por: R$70,00 
 
 

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
A Agricultura de Precisão é um conjunto de técnicas que permite o gerenciamento localizado de culturas. Sua principal diferença em relação aos métodos tradicionais de culturas agrícolas é o fato de tratar sempre a área trabalhada como continente de uma variabilidade espacial, e até temporal, dos atributos dos solos e das plantas.

Há alguma concordância em existirem três etapas fundamentais para o uso dos conceitos da Agricultura de Precisão em uma propriedade, que são: o mapeamento dos atributos dos solos e das plantas; o mapeamento da produtividade e a aplicação localizada de insumos.

No mapeamento dos atributos dos solos e das plantas, são feitos levantamentos sistemáticos das características que se pretende estudar, de forma georeferenciada, ou seja, cada amostra é retirada de um ponto do qual se conhecem a longitude, a latitude e a altitude. Por esse motivo, a implantação do Sistema de Posicionamento Global -GPS- tem sido considerada um marco no desenvolvimento e na utilização dos conceitos da Agricultura de Precisão, uma vez que, a partir da possibilidade de uso dos mesmos em qualquer parte do globo terrestre, o georreferenciamento dos pontos amostrados deixou de ser uma tarefa difícil e complicada.

No mapeamento da produtividade das culturas, há necessidade de se utilizarem colhedoras instrumentadas com algum tipo de sensor, capaz de medir a quantidade de material que está entrando na máquina a cada instante, e com um sistema de posicionamento que indique com uma acurácia ao redor de um metro, a localização da colhedora no campo. Com a quantidade colhida e a posição da máquina a cada instante, é possível traçar-se o mapa de produtividade da cultura estudada.

Na aplicação localizada de insumos, determina-se a quantidade de insumos que se deverá aplicar em cada local do talhão estudado, em função da análise dos dados obtidos na fase de mapeamento de atributos dos solos e das plantas, do conhecimento agronômico da cultura a implantar, e da experiência prévia obtida naquele campo em anos anteriores. As quantidades recomendadas são colocadas em um mapa de prescrição, armazenado no microcomputador que normalmente faz parte do sistema de controle para a aplicação localizada de insumos.

Em termos históricos, o primeiro povo que praticou, embora de maneira empírica, alguma forma de aplicação localizada de insumos, foram os incas que colocavam um peixe, como fertilizante, próximo a cada pé de milho de sua plantação; sendo o peixe tanto maior, quanto menor fosse o pé de milho.

Em épocas mais recentes, os primeiros esforços para o desenvolvimento dos conceitos da Agricultura de Precisão foram feitos em 1929, quando dois pesquisadores americanos sugeriram a aplicação localizada de calcário, como forma de economizar, na quantidade necessária desse insumo. Devido às dificuldades de se aplicar o insumo de forma localizada em grandes áreas, uma vez que não existiam equipamentos para a aplicação e o georreferenciamento, esses conceitos ficaram no esquecimento, até aparecerem equipamentos com grande capacidade operacional e sistemas de posicionamento e de controle necessários, o que provocou, de novo, o interesse por tais conceitos a partir de 1984.

Se examinarmos o grande desenvolvimento que a utilização dos conceitos da Agricultura de Precisão tem tido no exterior, principalmente em países com uma estrutura fundiária semelhante à do Brasil, pode-se esperar que esses conceitos também sejam mais intensivamente utilizados, a partir de agora, em nosso país. Um dos argumentos que corroboram essa afirmação é o fato de que o I Simpósio sobre Agricultura de Precisão, realizado sob nossa Coordenação, aqui, na ESALQ/USP, em 1996, conseguiu reunir 47 pesquisadores e estudiosos interessados. No II Simpósio sobre Agricultura de Precisão, realizado de 27 a 29 de outubro de 1999, foram inscritas 248 pessoas entre professores, pesquisadores, pessoal de empresas, estudantes etc., o que mostra o grande crescimento no interesse por esses novos conceitos da Agricultura de Precisão.

Este livro procura reunir os assuntos discutidos e os trabalhos apresentados naquele II Simpósio, como subsídios para orientar programas de pesquisas, de ensino e de extensão na área de Agricultura de Precisão.

Capítulo I - Agricultura de Precisão: A Visão Externa
O Estado-da-Arte da Agricultura de Precisão nos Estados Unidos da América – 8
Agricultura de Precisão: Um Desafio para a Extensão e a Educação Continuada – 17
Os Benefícios Econômicos da Agricultura de Precisão: A Experiência Norte Americana – 25

Capítulo II - A Oferta de Produtos e de Serviços em Agricultura de Precisão no Brasil
Agricultura de Precisão: A Visão da CASE do Brasil – 33
FIELDSTAR-Solução em Agricultura de Precisão – 39
New Holland Agricultura de Precisão – 46
Agricultura de Precisão: A Visão da SLC-John Deere – 56
Trimble GPS: A Solução Completa para o Posicionamento de Máquinas e a Navegação – 62
O Gerenciamento da Pulverização na Agricultura de Precisão – 71
A Tecnologia Teejet Integrada à Agricultura de Precisão – 75
Mapeamento da Fertilidade do Solo – 85

Capítulo III - Mapeamento da Produtividade e de Atributos de Solos e de Plantas
A Agricultura de Precisão nos Campos Gerais do Paraná – 88
Mapeamento de Atributos de Solo e de Planta Usando Geoestatística – 93
Variabilidade Espacial de Propriedades Químicas e Físicas em Áreas de Cerrado sob o Cultivo de Café em Patrocínio-MG – 105
Índice de Cone e Mapas de Isocompactação do Solo Agrícola, Obtidos com a Utilização de um Penetrômetro Hidráulico-Eletrônico e um Sistema de Posicionamento Global Diferencial (DGPS) – 113
Mapeamento de Produtividade da Cana-de-Açúcar – 124
Pesagem Dinâmica em Carregadoras de Cana-de-Açúcar para a Elaboração de Mapas de Colheita – 129
Efeito da Variabilidade Espacial do pH e da Matéria Orgânica na Retenção Diferencial do Imazaquin – 136
Uso de Técnicas de Geoestatísticas para a Definição da Grade de Amostragem do Solo em Agricultura de Precisão – 137
Comparação dos Sistemas de Recomendação de Fósforo, Baseando-se a Aplicação na Média e em Mapas de Variabilidade Espacial – 138
Variabilidade da Fertilidade Química e da Compactação em Glebas Comerciais do 2º Planalto Paranaense – 139
Comparação entre dois Métodos de Integração e de Análise de Dados para a Agricultura de Precisão – 140
Levantamento Pedológico Ultradetalhado de uma Área-Piloto de Agricultura de Precisão – 141
Influência do Método de Análise dos Dados de Campo na Elaboração de Mapas de Fertilidade do Solo, Visando à Agricultura de Precisão – 142
Variabilidade Espacial e Mapa de Atributos de Fertilidade do Solo para a Agricultura de Precisão – 143
Componentes da Produtividade de Grãos de Soja (Glycine max L), Visando a Obter Parâmetros para a Agricultura de Precisão – 144
Mapeamento de Colheita em Áreas-Piloto de Agricultura de Precisão – 145

Capítulo IV - Aplicação Localizada de Insumos
Avaliação Operacional da Aplicação de Insumos Agrícolas com Controle Eletrônico – 146
Sistemas de Injeção para a Aplicação Localizada de Defensivos – 157
Mapa de Aplicação Localizada de Calcário em uma Área Experimental – 165
Potencial da Aplicação de Defensivos Agrícolas na Agricultura de Precisão – 170

Capítulo V - A Utilização de DGPS e GIS
Avaliação da Acurácia Cinemática de um Sistema de Posicionamento Global Diferencial, Utilizado na Agricultura de Precisão – 173
Qualidade de Alinhamento de Percurso, Utilizando o Sistema de Posicionamento Global – 182
Sistemas de Informação Geográfica na Agricultura – 187
Comparação entre a Utilização da Barra de Luz, na Agricultura de Precisão, e a do Marcador de Espuma – 193

Capítulo VI - O Desenvolvimento de Novas Tecnologias
Videografia Aérea como Fonte de Dados para a Tomada de Decisões em Agricultura – 197
Concepção e Construção de um Sistema para o Desenvolvimento e a Calibração de Sensores de Fluxo de Grãos – 201
O Uso de Ferramentas de Testes de Computadores de Bordo na Agricultura de Precisão – 206
Utilização de Instrumentos e de Técnicas da Agricultura de Precisão para o Aumento de Eficiência nos Processos de Produção Agrícola – 212
Desenvolvimento de um Sistema Automático para Aplicações, a Razões Variáveis, de Sementes e de Fertilizantes – 213
Agricultura de Precisão; Sistema Automático de Controle de Semeadora, Via DGPS – 218

Capítulo VII - A Formação em Agricultura de Precisão
A Disciplina Agricultura de Precisão, para Alunos de Graduação – 224

Autor: Luiz Antonio Balastreire
Ano: 2000
Número de Páginas: 224
Tamanho: 21 x 28 cm
Acabamento: Brochura
ISBN: 85-900627-1-6
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

IMPLANTAÇÃO DE JARDINS E ÁREAS VERDES
R$54,00
INTRODUÇÃO À MECÂNICA DOS FLUIDOS
R$281,00
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE GRANDES CULTURAS
R$89,00
PLANEJAMENTO E IMPLANTAÇÃO DE POMAR
R$46,00

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados