IMPORTADOS
· Diversos
LIVROS TÉCNICOS
· Administração
· Agronomia
· Biologia - Ecologia
· Direito
· Diversos
· Engenharia Ambiental
· Engenharia Civil
· Engenharia de Alimentos
· Engenharia Florestal
· Entomologia
· Estatística
· Fisiologia Vegetal
· Fitopatologia
· Geologia
· Geoprocessamento
· Irrigação - Hidráulica
· Medicina Veterinária
· Nutrição
· Química
· Técnicas de Pesquisa - Estudos
· Zootecnia
 




ÁGUAS DOCES NO BRASIL: capital ecológico, uso e conservação
R$ 85,00


  LIVROS TÉCNICOS >>> Agronomia
 
O QUE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DEVEM SABER PARA ORIENTAR O USO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS
 
O QUE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DEVEM SABER PARA ORIENTAR O USO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS     
  
Por: R$ 100,00 
 
 

   
   
   

Clique na imagem para ampliá-la
Descrição
O Brasil continua sendo o país mais importante como produtor e exportador de produtos agropecuários. Além disso, é um dos países mais eficientes no uso da terra e dos insumos agrícolas, em função de sua alta produtividade. Em nível mundial, o País ocupa a sétima posição no emprego de defensivos agrícolas. Em termos de área disponível, é o único no mundo que ainda tem cerca de 90 milhões de km 2 para serem empregados na agricultura.

O representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, disse que os mais recentes estudos da ONU indicam que a população mundial deverá atingir a marca de 9,8 bilhões de habitantes em 2050, estabilizando apenas em 2100, quando deverá atingir 11,2 bilhões. Assumindo que esses dados possam estar corretos, a demanda total de alimentos a ser produzida no mundo deverá crescer em 70%, alcançando a marca de 2,6 milhões de toneladas de grãos. De acordo com Bojanic, 8% desse total deve ser fornecido pelo Brasil.

Segundo Luiz Lourenço, presidente da Cocamar Cooperativa Agrícola, o Brasil possui cerca de 50 milhões de hectares de áreas que podem ser recuperadas para o plantio.

Outro ponto relevante é que o Brasil é o único país do mundo que os produtores agrícolas dispõem de 20% de suas áreas para preservação ambiental.

Uma meta urgente a ser atingida é a redução pela metade das perdas e dos desperdícios de alimentos no mundo, que atualmente estão na marca de 1.3 bilhão de toneladas, o que daria para alimentar aproximadamente 795 milhões de pessoas que são desnutridas, de acordo com a FAO no Brasil.
Diante desses fatos, o conhecimento científico, que não tem preço, deve sempre ter prioridade nas políticas públicas, para que não haja falta de verbas para o aprofundamento das pesquisas na agropecuária.

O livro “O que Engenheiros-Agrônomos devem saber para orientar corretamente o uso de produtos fitossanitários”, em suas quatro edições anteriores, forneceu conhecimentos científicos de grande importância para a agricultura brasileira, principalmente em virtude do fato de ter enfatizado o manejo integrado de doenças. Nesta quinta edição, a proposição foi expandir os conhecimentos básicos das diferentes áreas da agronomia, para serem empregadas no manejo integrado.

Dessa forma, o livro foi dividido em 14 capítulos, abrangendo conhecimentos na área do controle de doenças, insetos-praga, plantas daninhas, tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas e defesa fitossanitária vegetal.

Trata-se de uma obra atualizada, ilustrada, com linguagem de fácil compreensão, focando os grandes problemas que afetam a agricultura do País, aproveitando a experiência profissional de cada autor dos capítulos.

AGRADECIMENTOS – 5
PREFÁCIO – 7

CAPÍTULO 1 – DEFESA VEGETAL: REQUISITOS, INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE – 21

CAPÍTULO 2 – DEFESA FITOSSANITÁRIA – 65

CAPÍTULO 3 – A IMPORTÂNCIA E A EFETIVIDADE DO CONTROLE LEGISLATIVO DE PRAGAS – 93

CAPÍTULO 4 – RECEITUÁRIO AGRONÔMICO - RELATOS, ANÁLISES E PROPOSIÇÕES – 125

CAPÍTULO 5 – MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS DE PLANTAS – 247

CAPÍTULO 6 – MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS DE HORTALIÇAS – 301

CAPÍTULO 7 – VULNERABILIDADE NO CONTROLE QUÍMICO DA FERRUGEM-ASIÁTICA DA SOJA COM O EMPREGO DE FUNGICIDAS SISTÊMICOS DE MECANISMO DE AÇÃO ESPECÍFICO – 325

CAPÍTULO 8 – RESISTÊNCIA DE FUNGOS A FUNGICIDAS INIBIDORES DA BIOSSÍNTESE DO ERGOSTEROL E DA SUCCINATO DESIDROGENASE – 373

CAPÍTULO 9 – RESISTÊNCIA DE PLANTAS DANINHAS A HERBICIDAS – 429

CAPÍTULO 10 – DINÂMICA DE HERBICIDAS NO SOLO – 463

CAPÍTULO 11 – TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS: PROBLEMAS E DILEMAS – 539

CAPITULO 12 – ESTRATÉGIAS PARA REMOÇÃO DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS EM ALIMENTOS – 555

CAPÍTULO 13 – USO DE CÂMERA TERMOGRÁFICAS EM VANTS PARA MONITORAMENTO DE CULTURAS – 615

CAPÍTULO 14 – VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS EM PULVERIZAÇÕES AGRÍCOLAS – 633

PERSPECTIVAS PARA O FUTURO – 652
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS – 653


Editor: Laércio Zambolim
Ano: 2019
Número de Páginas: 656
Tamanho: 16,5 x 24 cm
Acabamento: Capa dura
ISBN: 978-85-6002-7415
Prazo de entrega
Prazo de entrega: Sedex de 03 a 05 dias úteis e PAC de 05 a 15 dias úteis
Indique este produto
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome (para):
E-mail(para):
Comentários:
 
Voltar
vazio

O QUE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DEVEM SABER PARA ORIENTAR O USO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS
R$ 100,00
PEPINO DO PLANTIO A COLHEITA
R$ 78,00
MANUAL DE FUNGICIDAS: guia para o controle químico racional de doenças de plantas
R$ 70,00
RECUPERAÇÃO DE ÁREAS MINERADAS
R$ 42,00

Ver Todas as Novidades
——————————————————————————————

CNPJ: 96.631.353/0001-69 - Email: pldlivros@uol.com.br - Fone/Fax (19) 3421 7436 - Fone: 3423 3961 - Piracicaba/SP

Formas de Pagamento
—————————————————————————————
Política de Privacidade. ©2008, Revendas de Livros Técnicos. Todos os direitos reservados